Curta os maiores festivais de música do mundo

3 de outubro de 2018

Por Maria Beatriz Vaccari

Alguns dos maiores festivais de música do mundo estão programados para os próximos meses. É o caso do Glastonbury, que rola na Inglaterra entre 26 e 30 de junho. No mês seguinte, o destaque fica por conta do Tomorrowland, um dos maiores eventos da Bélgica, e do Benicassim Festival, que vai levar bandas como The Killers e Bastille à Espanha.

LEIA MAIS: MÚSICAS PARA VIAJAR: CANÇÕES INSPIRADAS DESTINOS AO REDOR DO MUNDO
BONS DESTINOS PARA QUEM AMA MÚSICA

Os maiores festivais de música do mundo

  • Os maiores festivais de música do mundo - O Coachella, realizado em Indio, na Califórnia, é um dos festivais mais tradicionais dos Estados Unidos. Durante os dias de festa (realizados sempre no mês de abril) quem anda pelo local vê um verdadeiro desfile de moda a céu aberto e ainda tem chance de encontrar famosos que aparecem para assistir aos shows com a galera
  • O Glastonbury é um dos maiores festivais a céu aberto do mundo. A região de Pilton, na Inglaterra, promove cinco dias de shows. Ao longo dos anos, a multidão já curtiu apresentações de ícones como The Smiths, Amy Winehouse e Blur. O pessoal que quer aproveitar todos os dias pode acampar no local. Reza a lenda que as experiências do camping são tão legais quanto os shows
  • Criado em 1991 por Perry Farrell, vocalista do Jane's Addiction, o festival Lolapalooza conquistou o mundo mesclando estilos musicais que vão do rap ao rock pesado. O evento começou no Grant Park, um grande parque público de Chicago, nos Estados Unidos. Ao longo dos anos, o Lolla se espalhou por países como Alemanha, França, Chile, Argentina e Brasil
  • Crédito: Divulgação
    O festival Tomorrowland é realizado anualmente na cidade de Boom, na Bélgica. O evento é uma referência em música eletrônica e, neste ano, rola nos dias 20, 21, 22, 27, 28 e 29 de julho. O público curte as batidas dos melhores DJs da cena global e ainda conta com palcos e iluminações que dão um tom "mágico" aos shows - os elementos tecnológicos contam uma história, que é renovada a cada edição. O Brasil foi o primeiro país a sediar a Tomorroland fora do território belga (em 2015 e 2016, o evento rolou na cidade de Itu, interior de São Paulo). Entretanto, por conta da crise econômica, o festival não teve outras edições
  • Março é o mês do Ultra Music Festival, evento de música eletrônica ao ar livre realizado em Miami, nos Estados Unidos, desde 1999. Feras como Tiësto, Armin van Buuren, Calvin Harris e Deadmau5 já se apresentaram na festa. O Ultra fez tanto sucesso que foi exportado para países como Espanha, Brasil, Argentina, Colômbia, Chile, Coréia do Sul, África do Sul, Croácia e Japão
  • Com mais de 20 anos nas costas, o festival espanhol de Benicassim atrai milhares de pessoas à cidade litorânea que fica entra Valência e Barcelona. Além de curtir o visual praiano da região, o pessoal que decidir ir à edição de 2018 (programada para rolar entre 19 e 22 de julho) poderá ver de perto artistas como The Killers, Liam Gallagher, Bastille e The Kooks
  • O Rock in Rio nasceu em 1985 na Cidade do Rock, no Rio de Janeiro - evento que reuniu mais de um milhão de pessoas. A segunda edição carioca foi realizada em 1991, no Maracanã. Depois disso, o festival teve mais cinco edições brasileiras: 2001, 2011, 2013 e 2015 e 2017. A última foi realizada no Parque dos Atletas, local construído para abrigar os competidores durante os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro (2016). Apesar de levar o nome da Cidade Maravilhosa, o festival já deu as caras em Lisboa (Portugal), Madri (Espanha) e Las Vegas (Estados Unidos)