Crédito: Paulo Basso Jr.

Como são as novas atrações de Orlando

21 de junho de 2017

Por Paulo Basso Jr.

Parece mágica. Todos os anos Orlando, na Flórida, apresenta novidades arrebatadoras, sobretudo neste período do ano, época das férias escolares nos Estados Unidos. Fomos à cidade e ficamos de queixo caído com as atrações recém-lançadas pelos principais parques temáticos. Dá só uma olhada no que encontramos por lá:

LEIA MAIS:10 dias em Orlando sem crianças
10 dias em Orlando com crianças

Pandora, no Disney´s Animal Kingdom
A grande novidade da Disney World neste ano é a área de Pandora, no Animal Kingdom, um dos quatro parques temáticos do complexo do Mickey na região. É, sem dúvida, um dos lançamentos mais criativos de todos os tempos em Orlando.

Foto: Paulo Basso Jr.

Pandora, no Animal Kingdom

O espaço é lindo e merece ser visitado de dia e de noite. Quando está claro, vale a pena reparar nas plantas, flores e cascatas que compõem o ambiente. À noite, jogos de luzes e cores fazem com que todo mundo realmente se sinta no mundo de Avatar, inclusive ficando azul em alguns momentos.

Há muito que fazer em Pandora. A área inclui espaço para shows, um restaurante com opções saudáveis, uma loja e duas atrações: Na’vi River Journey e Avatar Flight of Passage.

A primeira é voltada para famílias. Trata-se de um passeio simples de barquinho em que você observa uma série de plantas e projeções de animais iluminados. Não empolga tanto os adultos (a não ser os fãs do filme), mas as crianças adoram.

Foto: Paulo Basso Jr.

Pandora, no Animal Kingdom

Flight of Passage, em compensação, é provavelmente a melhor atração entre todos os parques de Orlando no momento. A Disney surpreendeu ao criar uma nova etapa na vida dos simuladores. Depois de ser “transformado” em um Avatar, o visitante sobe em uma espécie de jet sky que faz as vezes de um Banshee, um enorme bicho voador de Pandora. Ali todos imergem em um filme 3D sensacional, com movimentos em todo o corpo, inclusive nas pernas, simulando os músculos do animal. A trilha, os cheiros, a paisagem, a sensação… Tudo é maravilhoso. Realmente acertaram em cheio.

Duro é encarar as filas. Tente de todas as formas conseguir um Fastpass, porque você pode passar cerca de 40 minutos para entrar em Na’vi River Journey e até 2h30 para voar em Flight of Passage.

Happily Ever After, no Disney´s Magic Kingdom

Foto: Paulo Basso Jr.

Novo show Happily Ever After, no Disney´s Magic Kingdom


Depois de anos em cartaz, o famoso show de fogos e luzes Wishes, no Magic Kingdom, deu lugar a Happily Ever After. Os mais saudosistas vão ficar com saudades do espetáculo antigo, mas a nova apresentação é bem bonita.

Uma das principais características é que ela traz mais projeções no Castelo da Cinderela referente a animações mais recentes da Disney, como Moana e Frozen. O mesmo se dá com as trilhas. E muitas situações legais do show antigo foram mantidas, como o voo da Sininho e o sincronismo primoroso dos fogos.

Volcano Bay, na Universal
O novo parque aquático da Universal em Orlando é um espetáculo. Fica perto dos parques temáticos Universal Studios e Islands of Adventure. O Volcano Bay é marcado por um enorme vulcão com cascatas belíssimas, que solta até fumaça no topo e fica iluminado à noite.

Foto: Paulo Basso Jr.

Volcano Bay, novo parque aquático da Universal em Orlando

As 30 experiências disponíveis em 18 atrações são típicas de parques aquáticos. Toboáguas variados, playgrounds molhados, prainha com piscina de ondas e lazy river. Destaque para a montanha-russa aquática Krakatau Aqua Coaster.

Mas a grande sacada do complexo inspirado nas ilhas do sul do Pacífico, como a Polinésia Francesa, são as pulseiras inteligentes Tapu Tapu, entregues a todos os visitantes. Elas possibilitam a operação de um novo conceito de fila virtual. Funciona assim: você vai à entrada do brinquedo desejado e passa a pulseira em um totem. A partir daí, pode ir fazer outras coisas, como relaxar nas piscinas ou na praia. Após alguns minutos, a Tapu Tapu treme e o informa que já pode ir brincar na atração selecionada pegando filas mais curtas. Dá para fazer isso em uma experiência por vez e quebra o maior galho.

Foto: Paulo Basso Jr.

Visitantes do Volcano Bay recebem pulseira Tapu Tapu

Race Through New York Starring Jimmy Fallon, na Universal Studios
Erguida onde ficava a antiga atração dedicada ao filme Twister, Race Through New York Starring Jimmy Fallon é mais uma experiência divertida desenvolvida na Universal Studios. Um dos destaques é o conceito de fila virtual desenvolvido por lá.

Ao entrar no complexo, que simula com perfeição os estúdios da NBC em Nova York, todos recebem um cartão colorido. A partir daí, seguem para um saguão onde são apresentados vídeos de Jimmy Fallon, carismático apresentador do programa The Tonight Show. Não há uma fila propriamente dita, mas apenas a espera até que as luzes do estúdio acendam da cor do seu cartão.

Foto: Paulo Basso Jr.

Race Through New York Starring Jimmy Fallon, na Universal Studios

A partir daí, você segue para o andar superior e entra em um cinema 3D. Jimmy Fallon então aparece com um carro de corrida e leva os visitantes para um divertido (e alucinado) passeio pelos principais pontos turísticos de Nova York. Vale a visita.

Kraken Unleashed, no SeaWorld
Inaugurada em 2000, a montanha-russa Kraken, que já arrancava suspiros (e gritos) de muitos visitantes do SeaWorld, foi repaginada e ganhou uma novidade e tanto: ela se tornou a primeira montanha-russa dos Estados Unidos a rodar com óculos de realidade virtual.

Na prática, todos sentam em seus lugares e ajustam os óculos na cabeça – ou não, já que há a possibilidade de ir sem eles. Dá para regular a visão (quem usa óculos de grau precisa tirá-lo) e tudo. Apesar da alta definição do vídeo, a imagem por vezes fica um pouco embaçada, mas pouco importa diante da aventura.

Foto: Paulo Basso Jr.

Kraken Unleashed é a primeira montanha-russa dos EUA a usar realidade virtual

Com os óculos, você entra em uma espécie de videogame. Não vê trilho, não sente exatamente se está preso e tem a adrenalina multiplicada a mil. Os movimentos são intensificados pelo filme que apresenta monstros lendários dos mares, como a Kraken, uma espécie de polvo gigante, e termina com a chegada em Atlântida. É alucinante, sem dúvida uma nova modalidade em termos de montanha-russa. Quem curte esse tipo de experiência vai pirar.

Durante os testes realizados pelo Rota de Férias, ficou a dúvida sobre como funcionarão as filas, já que funcionários limpam os óculos e os ajustam nos rostos dos visitantes antes do embarque, gerando algum atraso. Segundo a equipe do SeaWorld, diversas pessoas serão responsáveis por agilizar o procedimento e, futuramente, a Kraken pode trabalhar com algum sistema de fila virtual.

Dolphin Days, no SeaWorld

Foto: Paulo Basso Jr.

Dolphin Days, novo show aquático do SeaWorld


Substituto do antigo Blue Horizons, o novo show de golfinhos do SeaWorld vai ao encontro da nova proposta do parque em criar situações educativas para os visitantes. Os golfinhos ainda participam de um balé intenso, jogando mergulhadores para o alto e tudo mais, mas o espetáculo agora trabalha com mensagens intensas de preservação. Menos polêmico que o famoso show da baleia orca Shamu, Dolphin Days arranca muitos aplausos do público.