Crédito: Divulgação

Hotéis-ilhas e iates: como os milionários viajam

16 de setembro de 2020

Por Redação

O sonho de muita gente neste momento é encontrar um lugar para viajar com segurança, respeitando todos os protocolos de distanciamento social. Para alguns milionários, essa missão é um pouco mais simples. Afinal, quando dinheiro não é problema, fica mais fácil refugiar-se em destinos que garantem total privacidade.

O menu de opções vai desde alugar villas particulares até um iate ou barco para navegar em família. Em busca de total isolamento, dá também passar alguns dias em um um hotel-ilha. Confira:

Como os milionários viajam com isolamento

  • Crédito: Divulgação
    Son Bunyola, em Mallorca
  • Crédito: Divulgação
    Son Bunyola, em Mallorca
  • Crédito: Divulgação
    Son Bunyola, em Mallorca
  • Crédito: Divulgação
    Son Bunyola, em Mallorca
  • Crédito: Divulgação
    Son Bunyola, em Mallorca
  • Crédito: Divulgação
    Son Bunyola, em Mallorca
  • Crédito: Divulgação
    Son Bunyola, em Mallorca
  • Crédito: Divulgação
    Son Bunyola, em Mallorca
  • Crédito: Divulgação
    Son Bunyola, em Mallorca
  • Crédito: Divulgação
    Son Bunyola, em Mallorca
  • Crédito: Divulgação
    Charters fluviais
  • Crédito: Divulgação
    Charters fluviais
  • Crédito: Divulgação
    Charters fluviais
  • Crédito: Divulgação
    Charters fluviais
  • Crédito: Divulgação
    Charters fluviais
  • Crédito: Divulgação
    Charters fluviais
  • Crédito: Divulgação
    Charters fluviais
  • Crédito: Divulgação
    Charters fluviais
  • Crédito: Divulgação
    Charters fluviais
  • Crédito: Divulgação
    Charters fluviais
  • Crédito: Divulgação
    Charters fluviais
  • Crédito: Divulgação
    Charters fluviais
  • Crédito: Divulgação
    Charters fluviais
  • Crédito: Divulgação
    Charters fluviais
  • Crédito: Divulgação
    Charters fluviais
  • Crédito: Divulgação
    Charters fluviais
  • Crédito: Divulgação
    Charters fluviais
  • Crédito: Divulgação
    Charters fluviais
  • Crédito: Divulgação
    Charters fluviais
  • Crédito: Divulgação
    Charters fluviais
  • Crédito: Divulgação
    Charters fluviais
  • Crédito: Divulgação
    Charters fluviais
  • Crédito: Divulgação
    Charters fluviais
  • Crédito: Divulgação
    Charters fluviais
  • Crédito: Divulgação
    Charters fluviais
  • Crédito: Divulgação
    Charters fluviais
  • Crédito: Divulgação
    Charters marítimos
  • Crédito: Divulgação
    Charters marítimos
  • Crédito: Divulgação
    Charters marítimos
  • Crédito: Divulgação
    Charters marítimos
  • Crédito: Divulgação
    Charters marítimos
  • Crédito: Divulgação
    Charters marítimos
  • Crédito: Divulgação
    Charters marítimos
  • Crédito: Divulgação
    Charters marítimos
  • Crédito: Divulgação
    Charters marítimos
  • Crédito: Divulgação
    Charters marítimos
  • Crédito: Divulgação
    Charters marítimos
  • Crédito: Divulgação
    Charters marítimos
  • Crédito: Divulgação
    Charters marítimos
  • Crédito: Divulgação
    Guiana Island
  • Crédito: Divulgação
    Guiana Island
  • Crédito: Divulgação
    Guiana Island
  • Crédito: Divulgação
    Guiana Island
  • Crédito: Divulgação
    Guiana Island
  • Crédito: Divulgação
    Guiana Island
  • Crédito: Divulgação
    Guiana Island
  • Crédito: Divulgação
    Guiana Island
  • Crédito: Divulgação
    Guiana Island
  • Crédito: Divulgação
    Guiana Island
  • Crédito: Divulgação
    Guiana Island
  • Crédito: Divulgação
    Guiana Island
  • Crédito: Divulgação
    Guiana Island
  • Crédito: Divulgação
    Guiana Island
  • Crédito: Divulgação
    Guiana Island
  • Crédito: Divulgação
    Guiana Island
  • Crédito: Divulgação
    Guiana Island
  • Crédito: Divulgação
    Guiana Island
  • Crédito: Divulgação
    Guiana Island
  • Crédito: Divulgação
    Guiana Island
  • Crédito: Divulgação
    Guiana Island
  • Crédito: Divulgação
    Guiana Island
  • Crédito: Divulgação
    Guiana Island
  • Crédito: Divulgação
    Guiana Island
  • Crédito: Divulgação
    Guiana Island
  • Crédito: Divulgação
    Guiana Island
  • Crédito: Divulgação
    Guiana Island
  • Crédito: Divulgação
    Guiana Island
  • Crédito: Divulgação
    Guiana Island
  • Crédito: Divulgação
    Necker Island
  • Crédito: Divulgação
    Necker Island
  • Crédito: Divulgação
    Necker Island
  • Crédito: Divulgação
    Necker Island
  • Crédito: Divulgação
    Necker Island
  • Crédito: Divulgação
    Necker Island
  • Crédito: Divulgação
    Necker Island
  • Crédito: Divulgação
    Necker Island
  • Crédito: Divulgação
    Necker Island
  • Crédito: Divulgação
    Necker Island
  • Crédito: Divulgação
    Necker Island
  • Crédito: Divulgação
    Necker Island
  • Crédito: Divulgação
    Necker Island
  • Crédito: Divulgação
    Necker Island
  • Crédito: Patricia Parinejad - Divulgação
    Le Sereno, em St Barth
  • Crédito: Patricia Parinejad - Divulgação
    Le Sereno, em St Barth
  • Crédito: Patricia Parinejad - Divulgação
    Le Sereno, em St Barth
  • Crédito: Patricia Parinejad - Divulgação
    Le Sereno, em St Barth
  • Crédito: Patricia Parinejad - Divulgação
    Le Sereno, em St Barth
  • Crédito: Patricia Parinejad - Divulgação
    Le Sereno, em St Barth
  • Crédito: Patricia Parinejad - Divulgação
    Le Sereno, em St Barth
  • Crédito: Patricia Parinejad - Divulgação
    Le Sereno, em St Barth
  • Crédito: Patricia Parinejad - Divulgação
    Le Sereno, em St Barth
  • Crédito: Patricia Parinejad - Divulgação
    Le Sereno, em St Barth
  • Crédito: Patricia Parinejad - Divulgação
    Le Sereno, em St Barth
  • Crédito: Patricia Parinejad - Divulgação
    Le Sereno, em St Barth
  • Crédito: Patricia Parinejad - Divulgação
    Le Sereno, em St Barth
  • Crédito: Patricia Parinejad - Divulgação
    Le Sereno, em St Barth
  • Crédito: Patricia Parinejad - Divulgação
    Le Sereno, em St Barth
  • Crédito: Divulgação
    Son Bunyola, em Mallorca
  • Crédito: Divulgação
    Son Bunyola, em Mallorca
  • Crédito: Divulgação
    Son Bunyola, em Mallorca
  • Crédito: Divulgação
    Son Bunyola, em Mallorca
  • Crédito: Divulgação
    Son Bunyola, em Mallorca
  • Crédito: Divulgação
    Son Bunyola, em Mallorca
  • Crédito: Divulgação
    Son Bunyola, em Mallorca
  • Crédito: Divulgação
    Son Bunyola, em Mallorca
  • Crédito: Divulgação
    Son Bunyola, em Mallorca
  • Crédito: Divulgação
    Son Bunyola, em Mallorca
  • Crédito: Divulgação
    Son Bunyola, em Mallorca
  • Crédito: Divulgação
    Son Bunyola, em Mallorca

Villas particulares

Adaptadas em construções seculares, as villas do Mediterrâneo têm charme histórico e abundância das amenities contemporâneas. Na tranquila Mallorca, por exemplo, destacam-se as de Son Bunyola, que integram a coleção de retreats de luxo Virgin Limited Edition.

Quer ganhar um e-book exclusivo com dicas de viagem? Assine nossa newsletter neste link.

O empreendimento conta com três casas, de quatro a cinco suítes cada. Todas têm piscinas exclusivas e trabalham com sistema all inclusive de refeições servidas ao gosto do hóspede.

No Caribe, por sua vez, as três villas do hotel Le Sereno, em St. Barth, fazem as vezes de supercasas de praia. Projetadas pelo designer de interiores parisiense Christian Liaigre, cada uma delas tem 65 0m², com varandões debruçados para a baía turquesa de Grand Cul-de-Sac. Incluem chef particular, serviço de governança e spa.

Hotéis-ilha

No Brasil ou no exterior, não faltam ilhas particulares disponíveis para locação. O que pouco se encontra são bolsos que podem arcar com o privilégio de ter um pedaço de terra inteiro, cercado de mar cristalino, para si mesmo.

As Ilhas Virgens Britânicas, no Caribe, são um arquipélago de 60 porções de terra– grande parte delas abrigando propriedade individuais e únicas. É o caso de Guana Island, Cooper Island e Necker Island, que abrigam  luxuosos hotéis e proporcionam una série de atividades em seus territórios isolados.

Em Guana Island, uma equipe de concierges organiza passeios personalizadas para hóspedes, como esportes náuticos e mergulhos nos muitos naufrágios do destino.

Já para se hospedar em Necker Island, de propriedade do bilionário britânico Richard Branson, é preciso desembolsar cerca de US$ 100 mil dólares por noite (entre abril a dezembro, podendo receber até 40 hóspedes). Ali é possível promover desde banquetes pé-na-areia com a diversidade da culinária caribenha até aulas de ioga e um tour pelo zoológico particular da propriedade, que mantém flamingos, lêmures e tartarugas-marinhas.

Charters marítimos

Numa primeira viagem de barco ou iate, é preciso entender o funcionamento da embarcação. Por isso, muitos milionários recorrem à consultoria de empresas de charters privativos, que auxiliam na escolha da embarcação e na adição dos serviços a bordo – que podem ir do marinheiro ao cozinheiro.

A Premium Charters é uma das companhias que realizam esse tipo de trabalho. Eles contam iates e catamarãs em várias partes do globo, do Brasil à Tailândia.

Charters Fluviais

Desde 2004, a Expedição Katerre realiza roteiros fluviais em comunhão com as comunidades ribeirinhas do Rio Negro. Partindo do município de Novo Airão, a 200 km de Manaus, os roteiros regulares de três a sete noites exploram o Rio Negro e seus afluentes (Jaú, Apuaú, Jauaperi, Aracá).

As viagens mais curtas percorrem Anavilhanas, e as mais extensas sobem o Rio Negro até o Rio Jauaperi, na divisa com o estado de Roraima.

Há também opção de charters. São duas embarcações em estilo amazônico – o Jacaré-açu, com oito cabines climatizadas, e o Jacaré-tinga, com três cabines climatizadas. Ambas são aconchegantes, com staff que inclui cozinheiras, camareira, guias, marinheiro e capitão.