Crédito: Divulgação

Com conteúdo de turismo, Lala Rebelo é sucesso nas redes sociais

12 de dezembro de 2016

Por Maria Beatriz Vaccari

Larissa Rebelo, mais conhecida como Lala Rebelo, criou um blog de turismo para compartilhar experiências e dicas de viagem. Com textos simpáticos e bem detalhados, a publicitária de Cuiabá (MT) conquistou milhares de fãs. Além de publicar belas fotografias, o Lalarebelo.com tem como diferencial as informações culturais e ligadas à história dos destinos. Quem o acessa tem à disposição um tour online completo para ninguém botar defeito! O Rota de Férias bateu um papo com Lala, que está morando no Panamá. Além de falar sobre o site, ela nos contou como atrair seguidores, ganhar dinheiro com mídias sociais e produzir conteúdo.

Rota de Férias: Como e quando você começou a atuar na área de turismo?

Lala Rebelo: Tenho o blog de viagens Lalarebelo.com desde 2014. Em maio de 2015, relancei o site em outra plataforma com um novo visual. Aí sim ele se tornou um negócio de verdade, o meu trabalho. Decidi apostar nessa área porque viajo muito desde criancinha e percebi que em todas as minhas horas vagas estava planejando uma viagem ou ajudando amigos com dicas e roteiros. Então, por que não colocar tudo em um só lugar e ajudar não só conhecidos, mas também viajantes do Brasil todo? Sempre amei escrever, então fazer isso profissionalmente está sendo algo muito prazeroso.

Foto: Divulgação
lala-rebelo-villa-honegg-hotel-suica

Lala Rebelo tem mais de 70 mil fãs no Instagram

RF: Qual é o objetivo e o público-alvo do blog?

LR: O Lalarebelo.com é um blog que busca inspirar e ajudar os leitores no planejamento de viagens, por meio de textos bem detalhados e fotos profissionais. Sempre procuro escrever de jeito leve, pessoal e bem-humorado, pois acredito que isso faz diferença. Meu público-alvo é o viajante brasileiro de alta renda, que busca hotéis de luxo, excelentes restaurantes, serviços de primeira qualidade e uma profunda imersão na cultura local. Tento contar o máximo da história e curiosidades do destino em cada post. E felizmente os leitores têm curtido muito.

RF: Quando percebeu que seria legal investir em mídias sociais e se tornar um influenciador de público?

LR: Acredito que “se tornar um influenciador de público” é algo que acontece naturalmente, sem a gente decidir ser. As fotos têm que dar certo, cair no gosto do público. Percebi isso depois que criei o site. As imagens das minhas viagens iam muito bem no meu Instagram pessoal. Os amigos queriam repetir os mesmos destinos, ficar nos mesmos hotéis, davam print e guardavam a dica. Aí percebi que era hora de criar um perfil só para falar de viagem.

RF: Em quais mídias sociais você atua mais?

LR: No Instagram (com mais de 71 mil seguidores), no Facebook (com 19 mil fãs) e no Snapchat (lalarebelo). O site em si ainda é o meu canal mais forte, pois é onde está compilado todo o conteúdo e as fotos.

RF: Como você fez para atrair seguidores no começo?

LR: Postando minhas melhores fotos e testando as hashtags mais efetivas. Minhas fotos começaram a ser compartilhadas por contas com milhões de seguidores e, aos poucos, as pessoas começaram a vir para o meu Instagram também!

Foto: Reprodução/Instagram
screenshot_1

Profissional acredita que interagir é um dos segredos para bombar nas redes sociais

RF: De que forma você trabalha a manutenção e conquista de novos seguidores?

LR: Posto ao menos uma foto ou vídeo por dia. Quando estou viajando, esse número aumenta para mostrar todos os detalhes do destino. Acho importante responder os comentários e curtir fotos bacanas de outras contas. É preciso interagir!

RF:  Conte um pouco mais sobre a importância de interagir com os seguidores e ser atuante em outras páginas do gênero?

LR: Acho isso extremamente importante, principalmente no Instagram, no qual as dicas passadas em cada post são curtinhas. É uma rede social super visual. Se as pessoas pararam para perguntar, comentar ou fazer um simples elogio, é porque gostaram do que viram ou gostaram de mim. Acho simpático responder tudo ou  indicar que no site há um post que responde exatamente às mesmas perguntas.

RF: Você usa alguma estratégia na hora de postar no Instagram?

LR: Os melhores dias e horários dependem do comportamento dos seguidores de cada conta. Não existe um macete ou uma regra. Acredito que as postagens têm desempenhos melhores em horários que as pessoas estão mais livres, como antes ou depois do trabalho e nos finais de semana. O uso das hashtags é essencial para poder atingir pessoas que ainda não te seguem.

RF: O Facebook oferece ferramentas de impulsionamento de páginas e posts, enquanto o Instagram tem ferramentas de controle de posts, sem contar a possibilidade (não recomendada) de comprar seguidores falsos. Como você enxerga essas ferramentas?

LR: O número de seguidores não aponta qualquer engajamento. É comum ver contas com 200 mil, 500 mil e até mesmo com mais de um milhão de seguidores com pouquíssimos likes nas fotos, pouquíssimos comentários e vídeos com raras visualizações. É fácil pensar: “ops… Tem alguma coisa errada aqui!”. Imagino que o mercado também perceba isso! Se você vai escolher um digital influencer para a sua marca, acho que não vai olhar apenas o número de followers ali em cima. Em relação às ferramentas de impulsionamento do Facebook, trata-se de algo bacana, útil e que apoio. Você não está comprando ninguém. Trata-se de pagar para que seu conteúdo seja entregue a mais gente. O usuário só vai curtir ou te seguir caso se identifique e goste do que viu. Funciona como uma propaganda.

RF: Quais equipamentos você usa para fotos e vídeos?

LR: O equipamento que mais uso é uma câmera profissional Nikon D5300. Também uso muito minha GoPro, que me ajuda a tirar fotos mais amplas, principalmente de cima. A diferença da câmera profissional para outros equipamentos, sem dúvidas, está em poder de fato testar foco, abertura e outros fatores. Dá para conseguir imagens únicas.

Foto: Reprodução/Instagram
screenshot_2

Lala usa GoPro e câmera profissional para tirar ótimas fotos

RF: Que ferramentas de edição e tipos de efeito em imagem você costuma usar mais?

LR: Costumo corrigir apenas contraste, brilho e saturação.

RF: É possível ganhar dinheiro e monetizar o negócio por meio das mídias sociais?

LR: Sim. Por meio da divulgação de produtos, hotéis, restaurantes, destinos e outros tipos de negócios.

RF: Diante de toda a sua experiência, qual lugar do mundo mais te encantou?

LR: Que pergunta difícil! Na categoria “cidade”, me apaixonei por Moscou. Aliás, a Rússia como um todo é fantástica! Na categoria “praia”, amei muito El Nido, nas Filipinas. E na categoria “exótico/diferente de tudo”, a Índia mexeu demais comigo.

RF: Quais são os seus próximos objetivos?

LR: Em relação às viagens, explorar mais países da África e da Oceania. Em relação ao site, gerar mais conteúdo para ter postagens diárias.

RF: Quais são as dicas para quem deseja se tornar um social media influencer de turismo?

LR: Amar muito viajar e escrever. Além disso, ter muita paciência. As coisas não dão certo de um dia para o outro, e já são milhares de blogs de viagens no Brasil. O seu vai se destacar se você fizer tudo com carinho, escrever de maneira clara, ser transparente, deixar sua marca, ter seu estilo próprio e não tentar copiar ninguém.