Crédito: Divulgação

Países da América do Sul fecham fronteiras e restringem voos do Brasil

6 06-03:00 abril 06-03:00 2021

Por Redação

Com a disseminação descontrolada do novo coronavírus, diversos países da América do Sul restringiram a entrada de viajantes. Alguns fecharam as fronteiras, enquanto outros suspenderam voos, por exemplo, do Brasil. Confira a situação no momento.

Siga o @rotadeferias no Instagram e confira as experiências dos nossos repórteres no Brasil e no mundo.

Chile

Durante todo o mês de abril, as fronteiras do Chile permanecerão fechadas tanto para a entrada quanto para a saída da maioria dos viajantes. A medida foi tomada após o país superar a marca de 1 milhão de infectados pelo novo coronavírus e ver os casos de covid-19 subirem nos últimos dias.

Clique aqui para receber as notícias do Rota de Férias por e-mail e ganhar um e-book com dicas para planejar sua viagem.

Com a nova regra, a saída de chilenos e estrangeiros não residentes do país ficará restrita. Apenas casos excepcionais – indicados como fundamentais para o país, essenciais para a saúde, ou em expectativas de retorno – serão permitidos.

Além disso, desde 5 de abril e pelos próximos 30 dias, a entrada de estrangeiros não residentes no Chile está proibida. Há exceção apenas para quem sem encontra em países sem transmissão comunitária do vírus de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS).

Seguro viagem América do Sul – Acesse o Seguros Promo, consulte os melhores prelos e use o cupom ROTADEFERIAS5 para ganhar 5% de desconto.

O balanço diário do Ministério da Saúde do Chile divulgado em 5 de abril reportou 7.830 novos casos de contaminação pelo coronavírus. Com isso, 1.003.406 casos foram registrados no país desde o início da pandemia. O número de mortes chegou a 23.328, sendo que 193 foram informados nas últimas 24 horas pelo Departamento de Estatísticas e Informações de Saúde (DEIS – sigla em espanhol).

Com um chip viagem internacional, você tem acesso à internet em qualquer lugar da América do Sul. Use o cupom rotadeferias aqui e ganhe até 10% de desconto.

Para saber mais sobre as restrições de acesso ao Chile, acesse este site.

LEIA MAIS: ATACAMA: COMO CONHECER COM CONFORTO O DESERTO CHILENO
6 PASSEIOS NO CHILE PARA CRIANÇAS E FAMÍLIAS
NATUREZA E CULTURA: 10 DESTINOS PARA FOTOGRAFAR NO CHILE

Bolívia

Ao menos até sexta-feira (9 de abril), os brasileiros estão proibidos de entrar na Bolívia. O objetivo da medida é evitar que a variante do vírus brasileira P.1 se espalhe pelo país. O presidente Luis Arce ainda não anunciou se a restrição será estendida por mais dias.

Antes de fechar as fronteiras, a Bolívia havia exigido a apresentação de teste PCR negativo por brasileiros que desejassem entrar no país.

Uruguai

O Uruguai segue com a fronteira com o Brasil fechada. Há algumas exceções de entrada para cidadãos uruguaios, estrangeiros que residem no país, parentes de uruguaios ou que esteja em missão humanitária ou por conta de reunião familiar. Muitos brasileiros estavam atravessando para o vizinho em busca de vacinas.

Peru

Os voos que chegam ao Peru vindos do Brasil, do Reino Unido e da África do Sul seguirão suspensos ao menos até 15 de abril. O objetivo é evitar a disseminação de novas variantes do coronavírus.

A restrição aos viajantes brasileiros mantém-se dese 26 de janeiro. Nos outros países, começou em dezembro A cada 15 dias, o Peru avalia a situação e anuncia as condições de entrada.

Argentina

Desde 27 de março, voos provenientes do Brasil, do México e do Chile estão suspensos na Argentina. O governo do país anunciou que seguirá fazendo análises rotineiras da situação, mas por enquanto não há prazo para que a medida seja revogada.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *