Crédito: Divulgação

Casal brasileiro pretende dar volta ao mundo de carro

26 de dezembro de 2016

Por Maria Beatriz Vaccari

Cair na estrada e viajar o mundo é o sonho de muita gente, mas para o casal Mariana Beluco e Plácido Salles a aventura virou realidade. Os dois, idealizadores do projeto Livre Partida, deverão percorrer 170 mil quilômetros ao longo de 1.260 dias, passando por 68 países e cinco continentes, a bordo de um Defender 110, da Land Rover, apelidado de Monstro e adaptado para se tornar um motorhome.

Foto: Divulgação
Screenshot_8
Casal brasileiro vai ficar mais de três anos viajando pelo mundo a bordo de um Land Rover Defender 110

Um dos fatores mais inusitados da história da dupla é que nenhum deles dirigia antes de decidirem que realmente fariam a viagem. “Eu não tinha carteira de motorista, e a Mariana, que tirou a CNH aos 18 anos, sempre conviveu com o medo diante de algumas situações cotidianas do trânsito”, explica Salles.

Na estrada desde o final de 2015, os aventureiros relatam que têm ficado grande parte do tempo dentro do carro. “Evitamos trechos muito longos para não passar muitas horas dirigindo, mas ainda assim acabamos ficamos bastante no veículo, afinal, ele é a nossa casa”, complementa Plácido, que costuma pilotar dentro das cidades e nos trechos off-road, enquanto a namorada conduz nas estradas.

Modificações no veículo

Foto: Divulgação
IMG_5430
SUV conta com uma barraca de teto para a dupla dormir

O expedicionário conta que o processo de adaptação do Defender custou cerca de R$ 35 mil. O primeiro passo foi levá-lo para uma boa revisão mecânica. O SUV ano 1998 teve algumas peças trocadas para garantir o bom funcionamento durante a viagem. “Retiramos os bancos e deixamos apenas os lugares do motorista e do passageiro, de resto todo o espaço foi utilizado para a casa, que conta com armários de madeira, geladeira automotiva, fogão a gasolina e sofá-cama”, diz o viajante.

O carro também acomoda tudo o que o casal precisa no dia a dia como roupas, comida, utensílios de cozinha, produtos de higiene pessoal e limpeza e chuveiro portátil. Para que eles possam dormir com tranquilidade, uma barraca foi instalada no teto do modelo, que também recebeu um sistema elétrico adicional, guincho, itens para expedição e sistema de água com capacidade para 80 litros.

Uma é pouco

Foto: Reprodução
| Foto:
Michelle Francine Weiss e Roy Rudnick estão em sua segunda viagem de carro pelo mundo

Assim como Mariana e Plácido, outros casais já se aventuraram pelo mundo em quatro rodas. Caso dos catarinenses Michelle Francine Weiss e Roy Rudnick. A experiência Mundo por Terra – World Expedition I começou em 2007 e durou três anos.

Em agosto do ano passado, eles pegaram a estrada novamente para a segunda volta ao mundo, agora com o Projeto Latitude 70° – World Expedition II.

O objetivo desta segunda viagem é alcançar de carro os pontos mais extremos da Terra em direção aos polos – a dupla pretende atingir a Latitude 70º Norte em três pontos no globo: Prodhoe Bay, no Alasca; Nord Kap, na Noruega, e Pevek, na Rússia. Nas duas expedições, o veículo utilizado foi o Land Rover Defender 130. Chamado de Lobo da Estrada, ele passou por uma diversas modificações para virar uma casa e se ainda ficar mais aconchegante e confortável.