Crédito: Divulgação

As atrações da Calábria para quem sonha em viajar à Itália

14 de agosto de 2020

Por Redação

A Calábria, localizada no extremo sul da Itália, é uma região abençoada, banhada pelo azuis e cristalinos mares Jônico e Tirreno. Ela é separada da Sicília pelo estreito de Messina. O clima quente, as belas cores do mar, as costas rochosas que se alternam com as praias e a boa gastronomia são alguns dos fatores que atraem viajantes à região em todas as épocas do ano.

Quer ganhar um e-book exclusivo com dicas de viagem? Assine nossa newsletter neste link.

Quem ama a natureza, seus aromas e mistérios, pode explorar o interior da Calábria para descobrir cenários que não dão vez para a poluição, com enormes cinturões verdes que se alternam entre lagos azuis e cachoeiras. A região italiana também abriga atrações para quem prefere curtir um bom mergulho no mar.

Quem prefere aprender a respeito do passado da Itália pode explorar ainda igrejas, mosteiros, castelos, palácios e cidades com tradições milenares que perduram até hoje.

Atrações da Calábria

O que ver

Os amantes da arte têm a oportunidade de ver os famosos Bronzes de Riace, expostos no Museu Nacional de Reggio Calabria. As estátuas são um vestígio importante da Magna Grécia, uma época que moldou a história dessa região significativamente. Essas belas imagens, representando dois heróis guerreiros, são um exemplo raro da escultura grega clássica.

Com quase 800 km de costa, a Calábria oferece uma grande variedade de praias. Em particular, Capo Vaticano, na província de Vibo Valentia, uma das mais bonitas da região. Ela tem uma longa faixa de areia fina cercada por árvores antigas e banhada por águas com uma fauna de peixes variada.

LEIA MAIS: 10 CIDADES MEDIEVAIS ITALIANAS QUE VALEM A VISITA
O QUE FAZER NA ÚMBRIA: REGIÃO DA ITÁLIA É BOA OPÇÃO PARA TURISTAS

Vale também conhecer o interior deste pedaço da Itália, onde estão os Parques Nacionais de Sila, Serre, Aspromonte e Pollino. Os riachos e pedras de Aspromonte, a grande e antiga vida vegetal de Sila e a rica fauna de Serre são apenas algumas das maravilhas naturais da região.

O que fazer

As águas claras da região também são uma academia natural, onde pode-se praticar windsurfe, kitesurfe ou mergulho, para descobrir um maravilhoso fundo do mar que hospeda corais de cores vivas e até destroços da Segunda Guerra Mundial. Esportes de inverno também não estão fora de questão. Há diversas estações de esqui, equipadas com pistas artificiais para praticar o atividades durante o ano todo.

O rafting ao longo do rio Lao ou pelos dos desfiladeiros de Sila é mais um esporte famoso da região. Outra possibilidade de aprender e se divertir ao mesmo tempo é a orientação, um esporte que nasceu nos países escandinavos para testar o senso de direção. Os participantes, equipados com um mapa e uma bússola, devem alcançar a meta no menor tempo possível. Eles podem escolher o caminho a seguir, mas devem chegar a paradas intermediárias predefinidas.

Para quem preferir voar, é possível realizar passeios de parapente pela Calábria, aproveitando assim a paisagem da região.

O que comer

A Calábria conta com diversas atrações culinárias famosas. Uma delas é a pimenta calabresa (pepperoncino), encontrada na maioria dos pratos típicos. As opções vão de pão torrado com salsicha ou sardinha n’duja – chamado de “caviar dos pobres” – a salsichas de porco, molhos, massas e pratos de peixe.

O forte sabor da pimenta contrasta com o gosto doce da cebola Tropea, protegida pela marca de qualidade IGP. Ela é usada para temperar pratos, bem como para fins curativos.

Algumas das iguarias entre os produtos da Calábria e os pratos típicos que os exploradores desta região devem experimentar incluem azeite extra-virgem, vinhos, licores de bergamota, alcaçuz, cidra e ervas, mel e compotas, além de tipos especiais de massas caseiras (strangugghj, fileja, maccaruni) que ainda são feitos hoje usando os métodos antigos.

Imagens da Itália

Na galeria, confira uma seleção de imagens da Itália.