Crédito: Foto: Divulgação/Roland Jung

Ásia: viaje de trem pela lendária Rota da Seda

6 de março de 2017

Por Maria Beatriz Vaccari

Turcomenistão, Uzbequistão e Cazaquistão estão entre os países que faziam parte da lendária Rota de Seda, um dos primeiros trajetos comerciais do mundo. Quem quiser conhecer os lindos pontos turísticos da região central da Ásia pode se aventurar a bordo do luxuoso Orient Silk Road Express. O passeio de 14 dias conta com paradas em locais como as ruínas da velha cidade de Merv, Nisa (a antiga Cidade Imperial dos Partas) e o Mausoléu de Khoja Ahmed Yasawi.

LEIA MAIS: CHINA INAUGURA TREM DIRETO PARA LONDRES

AS ESTAÇÕES DE TREM MAIS INCRÍVEIS DO MUNDO

O trem oferece cinco categorias de cabine: uma quádrupla, duas duplas sem banheiro privativo e duas duplas com banheiro privativo. Os viajantes passam sete noites a bordo e seis em hotéis de luxo ou classe intermediária.

As próximas saídas estão programadas para 11 de abril e 17 de outubro, partindo do Turcomenistão. Entretanto, os viajantes brasileiros devem iniciar a viagem em Ashgabat por causa da necessidade de visto on arrival no aeroporto.

Confira o roteiro completo:

1º dia: partida para o Turcomenistão

Chegada a Almaty e recepção no hotel de primeira classe localizado no centro. Jantar incluído.

Foto: Divulgação
OSRE_Category Aladin_Day - X
Orient Silk Road Express oferece muito luxo e conforto

2º dia: a antiga cidade imperial Nisa e a atual capital Ashgabat

Na parte da manhã, visite o animado bazar de Tolkuchka, um mercado oriental típico e um dos maiores da Ásia Central. Em seguida,o grupo segue para a antiga cidade do Império Parta, Nisa. À tarde, visita guiada no Museu Nacional de Ashgabat onde pode-se ver uma exposição das ruínas de Nisa. Após o almoço, um breve passeio panorâmico por Ashgabat, que traz a marca inconfundível de Turkmenbashi, o Grande Líder dos Turcomenos. Jantar e partida tardia do trem privativo. Hospedagem a bordo do trem, com café da manhã, almoço e jantar incluídos.

3º dia: Merv, a pérola do Oriente

De manhã cedo, o trem privativo chega aos monumentos de Merv, classificados como Patrimônio da Humanidade pela UNESCO, que era antigamente uma das maiores e mais impressionantes cidades do mundo. Visite os gigantescos muros e muralhas que existem em pleno deserto e que mais parecem obra da imaginação, bem como as impressionantes ruínas de construções antigas, tais como o Mausoléu do Sultão Sanjar, a Fortaleza das Virgens (Kis Kale), as grutas geladas e outros mausoléus. O almoço é servido no pitoresco pátio interior de uma família local. Hospedagem a bordo do trem, com café da manhã, almoço e jantar incluídos.

4º dia: a cidade com o farol do deserto

Situada no meio do deserto Kysyl Kum, Bukhara possui cerca de 1000 monumentos históricos que remontam aos tempos áureos da Grande Rota da Seda. Antigamente se armazenavam e comercializavam especiarias exóticas, peles e, sobretudo, as sedas em caravançarais. Na cidade velha (Patrimônio Mundial da UNESCO) é possível ver, entre outros, o minarete de Kaljan (com quase 50 m de altura) e a praça Lyabi-Hauz. O jantar será servido no pátio de uma madrassa com música ambiente e danças típicas. Hospedagem em hotel em Bukhara, com café da manhã, almoço e jantar incluídos.

Foto: Divulgação
OSRE_Restaurant_3
Restaurante do Orient Silk Road Express

5º dia: Bukhara, a Nobre

A cidade de Bukhara, também conhecida como Scherif (a nobre), surge como um grande museu arquitetônico, único e autêntico, que conserva sua traça oriental antiga. De manhã, visita guiada à esplêndida madrassa Mir-I- Arab e à mais bela construção da Ásia Central, o Mausoléu de Ismael Samani. Em seguida, visita à imponente cidadela fortificada de Ark, uma cidade dentro da cidade, que foi outrora a residência dos Emires de Bukhara. Aí pode visitar a sala da coroação seguida da residência de verão do último Emir. Para concluir sua estadia, poderá visitar também a única mesquita para mulheres do mundo no complexo Sufi, um centro de peregrinações situado a cerca de 15 km nas imediações da cidade. Hospedagem em hotel em Bukhara, com café da manhã, almoço e jantar incluídos.

6º dia: Bukhara

Manhã livre. Por volta do meio-dia, partida de trem para Khiva. Hospedagem a bordo do trem, com café da manhã, almoço e jantar incluídos.

7º dia: os contos das 1001 noites transformados em pedra

Após o café da manhã, terá chegado na fronteira sul da região dos Sete Rios, no oásis de Khiva. As imponentes muralhas da cidade com seus portões e bastiões em tijolos de argila parecem de outro mundo. Hoje em dia, fervilha vida em redor do minarete Kalta Minor, tal como nos tempos antigos. Comtemple palácios, mesquitas, minaretes, mausoléus e escolas do Corão, que compõem um dos exemplos mais bem conservados da arquitetura urbana oriental da Idade Média. O almoço será servido em ambiente apropriado no antigo palácio de verão do Emir. À noite, partida do trem privativo para Samarcanda. Hospedagem a bordo do trem, com café da manhã, almoço e jantar incluídos.

8º dia: Samarcanda – Ponto de interseção das culturas do mundo

Em Samarcanda, aproveite o dia para visitar as atrações turísticas dessa celebridade histórica, que, no império Tamerlão, era considerada como a cidade mais bela e mais importante do mundo. A necrópole de Schah-e- sende (o Xá vivo), as escavações de Afrosiab (com visita guiada no museu) e a Praça do Registão são certamente o conjunto de obras arquitetônicas mais impressionante da Ásia Central. Foi nessa praça cheia de história que, em 1917, as mulheres uzbeques queimaram seus véus (Parandasha), dando início a toda uma nova era. Hospedagem em hotel em Samarcanda, com café da manhã, almoço e jantar incluídos.

Foto: Divulgação/ Julia Schönewald-Gläsel
Samarqand_Registan Square - JULIA SCHÖNEWALD-GLÄSEL - X
Praça do Registão, em Samarcanda, no Uzbequistão

9º dia: Samarcanda, a glamorosa

Visite uma fábrica de tapetes de seda e uma família uzbeque de artesãos que fabrica papel a partir da casca da amoreira. Visite ao observatório astronômico de Ulugbek, as ruínas da mesquita Bibi Khanum e o interior do mausoléu palaciano Gur Emir. Hospedagem em hotel em Samarcanda, com café da manhã, almoço e jantar incluídos.

10º dia: na Grande Rota da Seda em direção a Shakhrisabz e à região montanhosa

Desfrute de uma excursão à região montanhosa circundante, onde ainda se praticam cerimônias de adoração ao fogo e do culto xamanista. Uma demonstração de folclore mostrará tradições exclusivas dessa região. Seguindo o percurso da Grande Rota da Seda, continuará em seguida para o berço de Tamerlão, na cidade verde de Shakhrisabz (Patrimônio da Humanidade pela UNESCO). Visite os monumentais edifícios do grande Palácio dos Príncipes Mongóis dos séculos XIV e XV. À noite, o trem privativo parte para Tashkent. A bordo: degustação de vinhos uzbeques. Hospedagem a bordo do trem, com café da manhã, almoço e jantar incluídos.

11º dia: Tashkent, o oásis verde

De manhã, o trem privativo chega à capital uzbeque Tashkent. No passeio panorâmico desfrute deste oásis verde em plena estepe: a madrassa Kukeldash, os monumentos Kavoj e Amir-Timur e as típicas casas de taipa. À noite, visite a famosa Ópera Navoi de Tashkent (em função da programação). Em seguida, continuação da viagem com o trem privativo para o Cazaquistão. Hospedagem a bordo do trem, com café da manhã, almoço e jantar incluídos

12º dia: centro de peregrinações dos nómadas: Turquistão

Ao chegar no Cazaquistão as formalidades aduaneiras serão realizadas em seu compartimento. De manhã, o trem entra na cidade de Turquistão. Contemple o mausoléu construído em 1394 por Khoja Ahmed Yasawi, uma das construções mais significativas da arquitetura timúrida (Patrimônio da Humanidade pela UNESCO). Depois, o trem privativo prossegue para Almaty. Hospedagem a bordo do trem, com café da manhã, almoço e jantar incluídos.

13º dia: Almaty: a cidade das maçãs

Chegada em Almaty após o almoço. Faça um passeio panorâmico para conhecer a metrópole verde no sopé do poderoso cume das montanhas Alatau. É possível ver a impressionante catedral ortodoxa russa feita em madeira, o Palácio dos Casamentos, o circo e a mesquita central. À noite, recolhimento em uma Yurt típica onde será servido um delicioso jantar de despedida. Café da manhã, almoço e jantar incluídos.

14º dia: regresso

Chegou o dia de voltar para casa.