Crédito: Shutterstock.com

As melhores dicas para arrumar as malas

17 de janeiro de 2017

Por Maria Beatriz Vaccari

Arrumar as malas para viajar nem sempre é tarefa fácil. Às vezes você fica horas conferindo se pegou tudo e depois descobre que esqueceu alguma coisa. Ou então chega no destino e vê que a disposição da sua arrumação amassou metade das roupas. Pior ainda quando carrega um monte de coisas à toa e não deixa espaço para as famosas lembrancinhas de viagem. O Rota de Férias conversou com Andriana Saad, personal organizer, para saber quais são as melhores dicas para se livrar de tudo isso e organizar as bagagens sem estresse.

Para a profissional, o primeiro passo para se dar bem na hora de arrumar (e carregar) as malas é pensar na quantidade de bagagem e nos itens essenciais. “Lista é fundamental! Faça uma e coloque todos os itens em cima da cama. Depois, olhe bem e veja se realmente precisa levar tudo”, explica a profissional.

A melhor opção é escolher poucos itens. Assim dá para carregar a bagagem sem problemas e ainda trazer umas comprinhas sem se preocupar em exceder o limite de peso – ou, conforme as novas regras que devem entrar em vigor nos voos a partir do Brasil, sem pagar os olhos da cara por isso. Vale lembrar que levar poucas roupas não significa sair em todas as fotos com o mesmo modelito. Dá para usar várias blusas diferentes com a mesma calça jeans, por exemplo. “Combine bem as peças e varie nos acessórios. Assim vai parecer que você está sempre com uma roupa diferente a cada dia”, conta Adriana.

Organizando a mala

Na hora de colocar as coisas dentro da mala, comece pelas mais pesadas e que não amassam, como calças jeans, toalhas, casacos e blusas de lã. Tem gente que prefere colocar as calças esticadas no fundo (com as pernas para fora da mala) e depois dobrá-las para dentro quando a tudo estiver pronto. Isso ajuda a “proteger” as roupas que amassam mais, que devem sempre ficar por cima.

Uma das táticas para economizar espaço é dobrar as camisetas em formato de rolinho. Dá para colocá-las lado a lado sem fazer muito volume. Também vale a pena enrolar pares de meias para manter tudo organizado e não perder tempo procurando o outro pé na hora de sair.

Mesmo com todas essas estratégias, algumas roupas podem acabar amassando. Nem esquente a cabeça, porque existe um truque que ajuda a resolver esse problema na maioria dos casos. “Pendure num cabide e deixe no banheiro enquanto você toma banho. O vapor da água ajuda a desamassar um pouco a roupa”, conta a personal organizer.

Carregadores, fios, cartões de memória e pilhas devem viajar juntos. O ideal é colocar tudo em um saquinho ou em estojos (os de óculos funcionam muito bem). O mesmo vale para cosméticos, remédios e roupas íntimas. “Se colocar em saquinhos transparentes fica mais fácil de identificar”, destaca Adriana.

Não se esqueça de levar sacolinhas extras para guardar as roupas sujas. Na volta, caso tenha comprado objetos que quebram facilmente, aproveite para enrolar esses itens nas peças que já foram usadas. Essa “barreira” protetora ajuda bastante.

Mala de mão

Passaporte, dinheiro e outros documentos importantes devem ser transportados na bagagem de mão. Itens como câmeras e celulares também entram na lista. A maioria dos viajantes leva estojinhos com pasta de dente e escova, mas também vale a pena fazer uma pequena muda de roupas, que pode te salvar em casos de voos cancelados e extravios de malas.