2 de agosto de 2017
  • Salvador, na Bahia, é notável por sua cultura, música, arquitetura e, claro, a gastronomia. Quem passa por lá não pode deixar de conferir a Feira de São Joaquim, onde é possível encontrar temperos, cachaças, garrafas de dendê, frutas de recôncavo, carne e peixes. Em qualquer esquina da cidade também se pode experimentar três maravilhosos quitutes: acarajé, abará e vatapá

  • Cheia de história para contar e pertinho da misteriosa Machu Picchu, Cusco é uma ótima opção para quem gosta de pratos gourmets. Embora alguns deles causem estranheza, como o cuy (porquinho da índia) ou a carne de lhama, a cozinha peruana é repleta de receitas com ingredientes já conhecidos pelos paladares brasileiros, como arroz, batata, peixes, carnes e legumes. No caso das bebidas, vale a pena provar a Inka Cola e o coquetel pisco sour (pisco, clara de ovo, gelo, limão e açúcar)

  • Além de abrigar belezas naturais de tirar o fôlego, a ilha de Pucket, na Tailândia, faz parte da lista das “Cidades Criativas” da UNESCO na categoria gastronômica. São inúmeros ambulantes, feiras e quiosques vendendo pratos típicos, como Chu Chee Pla (peixe assado no vapor envolto em folha de bananeira) e Roti Kluai Khai (espécie de panqueca com banana e ovo frito, adoçado com leite condensado e açúcar)

  • Roma, na Itália, é parada obrigatória para os apaixonados que buscam o melhor da culinária internacional. Além de incríveis museus e monumentos históricos, a cidade oferece um grande menu com massas de vários tipos, queijos artesanais, vinhos e o famoso gelatto (sorvete). Para uma experiência completa, tome um café da manhã em um dos bares locais. A dica é pedir um cappuccino acompanhado de brioche (ou corneto)

  • Crédito: Visualhunt.com

    Que tal curtir um momento romântico na Torre Eiffel e depois experimentar pratos da culinária que foi declarada Patrimônio Imaterial da Humanidade pela UNESCO? Em Paris, na França, você pode. Saborear um delicioso café quentinho e um croissant é o melhor jeito de começar o dia. Depois, para a viagem ser ainda mais especial, o roteiro pode incluir um brunch, navegando pelo Rio Sena, e um jantar a dois no Bateaux Moux

  • Crédito: Visualhunt.com

    Quem vai a Barcelona não pode deixar de experimentar iguarias típicas da Espanha, como as tortillas de patatas (feita com ovos e batatas), as tapas e o gazpacho. Outro destaque é a paella, prato típico feito de arroz e frutos do mar, que pode ser encontrada em várias regiões do país. Não deixe de fora do roteiro o bonito Mercado La Boquería, onde é possível comprar todo tipo de comida típica da região

  • Se o destino é o Oriente, Goa, na Índia, reúne uma admirável mistura entre duas culturas: portuguesa e indiana. Por conta disso, os pratos são bem temperados e aproveitam a riqueza de especiarias e ervas que se encontram no país. A vaca é sagrada na religião hindu, por isso, as carnes mais comuns são as de frango e cabra. Peixe e camarão também são muito populares nas regiões litorâneas do país. Vale a pena provar os chás com leite, açúcar e especiarias como cardamomo e gengibre.