Crédito: Turismo do Alentejo

Aventura: 5 trilhas para fazer pelo Alentejo, em Portugal

31 de janeiro de 2020

Por Redação

Portugal é um país cheio de paisagens deslumbrantes e destinos incríveis. O contraste entre as cidades históricas e os campos verdes é um grande atrativo para turistas. Além de provar os premiados vinhos ou subir no topo de um castelo medieval, os viajantes podem se aproximar da natureza e fazer passeios diferentes. Para aproveitar ao máximo essas belezas naturais, confira 5 trilhas para fazer pela região do Alentejo.

LEIA MAIS: AS MAIS BELAS CONSTRUÇÕES DO ALENTEJO PARA VISITAR
5 VILAREJOS DO ALENTEJO, EM PORTUGAL, QUE VALEM A VISITA

5 trilhas para fazer pelo Alentejo, em Portugal

Rota Vicentina
Trilha do Vale Seco, pela região do Alentejo, em Portugal

Castelo de Vide a Marvão

De dificuldade média, esse percurso conecta duas das mais charmosas vilas do Alentejo: Castelo de Vide e Marvão. Com mais de nove quilômetros de extensão, a trilha passa por paisagens rurais e naturais, caminhos murados e até calçadas medievais. Uma das partes mais desafiadores são os três quilômetros finais na subida até Marvão. Para realizar essa caminhada, os turistas levam aproximadamente três horas e meia.

De Amieira a Alqueva com o lago a seus pés

Para os viajantes que curtem uma aventura, a trilha que margeia o Alqueva, um grande lago artificial da Europa, é o passeio ideal. São necessárias cerca de seis horas para percorrer os 17 km desta trilha, mas a experiência vale a pena. Além disso, garante a oportunidade perfeita para conhecer Amieira e Alqueva, duas aldeias ribeirinhas da região.

À volta do montado

Esta trilha exige um pouco mais de tempo, já que possui 14,5 km. O percurso dura cerca de quatro a cinco horas, mas possui um grau de dificuldade baixo. O trajeto fica próximo a Mértola, na Mina de São Domingos, e proporciona a vista de paisagens verdes, montes e campos de flores. Os turistas também conseguem ver inúmeras plantações de alfarrobeiras, as ruínas do Monte do Vale Travesso e a barragem da Tapada Grande.

Vila Nova de Milfontes a Almograve

Aproveite a oportunidade para caminhar pelo litoral em um dos Trilhos dos Pescadores da Rota Vicentina. São 15 km entre Vila Nova de Milfontes e Almograve, num percurso que passa sobre o rio Mira e oferece vistas de seu encontro com o mar, das encostas e da adorável vila. Dura cerca de cinco horas e é um pouco mais difícil que as trilhas anteriores. Esse percurso não é recomendado para aqueles que sofrem de vertigens.

Santiago do Cacém ao Vale Seco

A apenas 150 km de Lisboa, Santiago do Cacém fica em uma colina e tem atrações excelentes. De lá ao Vale Seco, são 18 km, que podem ser percorridos em aproximadamente seis horas. O caminho é fácil e começa na Igreja Matriz de Santiago do Cacém, um belo templo gótico. Durante o percurso, os turistas passam por uma parte do Trilho Histórico da Rota Vicentina e apreciam pelas paisagens da região.

50 fotos de Portugal