10 itens que não podem faltar na bagagem de mão

31 de dezembro de 2018

Por Redação

Por ser pequena e ter limite de peso, a bagagem de mão tem seus desafios de como ser bem aproveitada e organizada. Geralmente, o foco dos viajantes é a mala que será despachada com roupas e itens grandes. Porém, a opção de mão acompanha o viajante durante todo o trajeto, desde o aeroporto até seu destino. Por isso, é bom que ela tenha objetos que facilitem a jornada.

Viagens costumam ter imprevistos, mas é possível evitar alguns apertos com uma boa organização. Confira dicas de produtos que não podem faltar na sua mala de mão.

Itens para a bagagem de mão

1- Lenços umedecidos

Os lenços umedecidos são práticos e indispensáveis para todo tipo de viagem. Eles são ideais para limpeza íntima e salvam a pessoa quando não é possível tomar banho ou lavar as mãos na torneira. Segundo pesquisa promovida pela marca Neve, 47% das pessoas que usam lenços umedecidos para limpeza do corpo nos momentos em que não é possível tomar banho, como em voos longos. Pela versatilidade do produto, vale a pena incluir na bagagem de mão.

Além disso, o produto pode ser a salvação quando os banheiros não oferecem boa estrutura. A mesma pesquisa mostra que limpeza e condições oferecidas nos banheiros também são uma das principais preocupações do brasileiro. 94% dos entrevistados afirmaram que já deixaram de usar banheiros públicos por falta de higiene no local.

2- Hidratante labial, de mãos e colírio

O ar seco do avião pode causar desconforto e irritações na pele e nos olhos. Uma dica simples é levar produtos como hidratante em creme para as mãos, manteiga de cacau para os lábios e colírio para os olhos.

3- Medicamentos

Os movimentos e barulhos durante o voo podem provocar dor de cabeça e enjoos nos viajantes. Além dos medicamentos usados todos os dias, com receita médica, é importante incluir remédios básicos na bagagem de mão.

LEIA MAIS: MAIORIA DOS BRASILEIROS NÃO FAZ RECLAMAÇÃO POR PROBLEMAS NAS BAGAGENS
6 DIAS PARA EVITAR O EXTRAVIO DE BAGAGENS NOS AEROPORTOS

4- Absorventes

Além do tradicional kit de higiene, com escova e pasta de dentes, escova de cabelo e sabonete em barra, muitas mulheres podem acabar se esquecendo de levar absorventes na mala – principalmente se estiverem viajando em períodos em que não estão menstruadas.

Viagens fogem totalmente da rotina e podem provocar estresse. Por isso, essas características podem desregular o ciclo menstrual e adiantar ou atrasar a menstruação. Levar pelo menos cinco absorventes pode evitar emergências e não ocupa quase nenhum espaço na bagagem de mão.

5- Muda de roupa extra

Um dos imprevistos mais temidos pelos viajantes é chegar ao destino e ter a mala extraviada. Para superar essa surpresa desagradável é importante separar uma muda de roupa completa para a bagagem de mão. Pode incluir um casaco e um par de meias extra, para garantir conforto durante o voo.

6- Adaptador de tomada

Se você está viajando a trabalho, a mala de mão com certeza incluirá o laptop e os cabos para carregar os eletrônicos. Quem está acostumado a viajar dentro do Brasil pode esquecer que a entrada da tomada para os aparelhos nacionais é de três pinos, mas que cada país tem o seu próprio padrão. Por isso, um adaptador por evitar esse tipo de problema.

7- Carregador portátil

No aeroporto, e até mesmo nos dias de passeio no destino escolhido, o carregador portátil é um item indispensável para prevenir perrengues. Ele pode evitar que o celular fique sem bateria e, dependendo da marca, pode servir para até três cargas totais do dispositivo.

8- Caneta

Apesar de ser um item pequeno e comum, a caneta faz falta quando não está na bagagem de mão. Além de ser importante para anotar endereços, contatos e informações de última hora, ela é fundamental para preenchimento dos documentos de imigração ao viajar para o exterior. Mesmo com a possibilidade de pedir o item emprestado para comissários de bordo, é melhor garantir a sua para a viagem toda.

9- Mapa do destino

Mesmo existindo diversos aplicativos que ajudam e facilitam a busca por lugares diferentes para compras e refeições, é essencial garantir um mapa turístico das cidades. Isso pode evitar apertos, principalmente para quem não domina a língua do país. Vale, também, carregar uma colinha com os endereços mais importantes, como do hotel ou hostel, caso se perca pela cidade.

10- Chiclete

Essa dica é para quem detesta a sensação de estalo do ouvido com a oscilação de altitude. O chiclete pode salvar nos momentos em que dá vontade de comer um doce ou nas ocasiões em que você quer dar uma refrescada no hálito durante o voo. Além disso, o movimento de mascar algo ajuda a aliviar a pressão nos ouvidos. Vale, também, pensar em snacks pequenos e fáceis de levar.